terça-feira, 12 de agosto de 2014

Depois de inúmeros singles desde 2012 finalmente Mariah Carey resolveu lançar um novo álbum. Gravado e regravado até a exaustão o material de Mimi termina sendo mais do mesmo.
Inicialmente intitulado "The Art of Letting Go", O novo trabalho terminou batizado "Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse", algo do tipo "Eu. Eu Sou Mariah...A cantora imprecisa (?)".
O álbum conta com novas gravações e músicas remanescentes do último álbum da cantora engavetado pela gravadora, o "Angels Advocate", que seria apenas de duetos.
Ok, Vamos ao que interessa: A música. É a velha Mariah que todo mundo conhece, com sua extensão vocal impressionante, baladas melosas e canções no melhor estilo R'n'B. Ruim? Não, de jeito algum. O preciosismo da americana não deixaria isso acontecer, porém poderia ser melhor.
mariah-careyTalvez 'Me. I Am Mariah..." precise de um hit mais comercial, apesar de contar com faixas que podem ser bem exploradas como single, tipo a faixa Thristy, cheia de rappers e bem "guetto"; promessa de sucesso, pelo menos nas paradas urban. Em entrevista, a cantora chegou a afirmar que o CD atrasou porque ao ouvir o resultado final ela ainda não ouviu nenhum sucesso em potencial. Pelo que a gente pôde escutar, nós também não. Para Mariah, isso é um problema enorme, já que ela é a artista com mais #1 na Billboard e ha tempos não emplaca um sucesso.
A capricho é tanto, que a loira ainda não disponibilizou as letras, mesmo com o álbum quase todo disponível para audição streaming. Segundo ela mesma, respondendo uma pergunta no twitter, partes da música ainda podem ser adicionadas até o lançamento oficial.
Do jeito que andam as coisas, até a set list pode ser alterada. Pelo que se conhece da Mariah é, tudo é possível.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...