quinta-feira, 28 de abril de 2011

Papo Cabeça: o ‘novo’ Pop

Muita gente critica, há quem diga que não gosta, outros dizem que é muito bom mas todo mundo ouve o bom e velho Pop. Mas..o que é exatamente esse Pop?

Michael Jackson & Destiny's Child with SolangeNa verdade a definição ainda é meio obscura, o estilo popular se caracteriza pela simplicidade nas letras, harmonias e arranjos, o que torna a obra mais fácil de ser interpretada e mais facilmente consumida; daí vem o caráter mais comercial das músicas desse estilo. Ainda sim as definições como estilo musical em si ainda são obscuras, é justamente aí que reside o encanto dessa música.

O ritmo em questão (se é que podemos defini-lo assim) é extremamente mutável, bebe da fonte dos mais variados ritmos. Indo das raízes da música negra passando pelo gospel e até usando elementos do clássico, o estilo se reinventa a cada geração. Podemos pegar como exemplo Madonna, as músicas já flertaram com elementos eletrônicos, R&B, soul, e se mantendo Pop em sua2 essência;  Michael Jackson era intimamente influênciado pelo rock e pelo funk e ainda sim mantém o título de o Rei do Pop até depois de sua morte.

Nos últimos 10 anos tal estilo vem cada vez mais se 'eletronizando', é a tendência futurista do século XXI, principalmente com a vertente mais House e Eletro. Uma verdadeira febre de músicas eletropop surgiram depois que Lady Gaga se tornou fenômeno mundial e daí vários outros artistas adicionaram elementos hi-tec à sua obra. Não que eletropop ou dancepop tenham surgido com ela, muito pelo contrário, o auto-tune já aparecia no album de Nsync, por exemplo, no ano de 2000; mas agora os efeitos eletrônicos estão muito mais difundidos.

A influência é tão forte que grupos e cantores já consolidados em outros ramos apelaram para o dance/eletrônico pra alavancar a carreira, um claro exemplo disso é o Black Eyed Peas. O grupo já era mundialmente conhecido como um 1conjunto de hip-hop, claro que influenciado por outros estilos e guiados pelo pop, mas nos dois últimos álbuns tudo virou de ponta cabeça e restaram poucos vestígios do antigo black, agora está tudo mais do que eletrônico, das músicas ao visual.

As cantoras Beyoncé e Taylor Swift são exemplos de como enveredar por outros caminhos sem deixar de ser comercial; Bee trabalha suas músicas mais próximas à raiz do R&B contreporâneo e Taylor ao Country e nem por isso deixam de ser pop.

O fato é que estilo mais camaleônico não há, e você o que acha disso? Qual o próximo passo desse dirty pop?

1 comentários:

Comunidade Recifense disse...

Já adicionamos vocês no nosso Blogrool. Esperamos também ver em seu blog nosso site. Ah, e fizemos uma postagem sobre seu blog. Depóis dá uma conferida.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...