segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Todos são Mick Jagger no Clipe de Maroon 5 e Christina Aguilera

No maior clima de homenagem sai o clipe pra Moves Like Jagger, a parceria de Maroon 5 e Christina Aguilera.

A música que a gente já comentou aqui, ganhou um clipe muito simples. É basicamente uma audição pra ser Mick Jagger, são homens, mulheres, gente dos mais variados biotipos se movendo como Jagger.

Mesclando imagens antigas do vocalista do Rolling Stones com os bastidores da produção, o clipe termina parecendo uma homenagem póstuma ao cantor. A participação de Christina é tão tímida no vídeo quanto na canção e o ponto alto e ver Adam sem camisa. É divertido mas nada demais.

Dá uma olhada no resultado:


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Finalmente Aqui está ela: Kelly Rowland e seu Here I Am

Muitos singles promocionais depois, finalmente é lançado o terceiro álbum de Kelly Rowland, Here I Am. Desde 2010 a cantora divulga músicas como divulgação de um suposto álbum que estaria por vir, foram 4 singles e desses 3 não entraram no set list final do álbum, são eles: Rose Colored Glasses, Grow Woman e Forever and A Day; o único remanescente foi ‘Commander’. Nesse meio tempo houveram trocas de gravadora e empresários, fatos quase sempre fatais pra artistas, segundo a cantora a mudança de selo seria pelo desempenho mediano de seu último álbum Mrs. Kelly.

O lançamento de Motivation, uma colaboração com Lil Waine, muda os rumos da divulgação do trabalho, o single foi bem sucedido nas paradas americanas, superando inclusive sua colega mais famosa de banda, Beyoncé. A partir daí o lançamento do álbum foi finalmente agendado e se concretizou. Previa-se, pelas parcerias com produtores de música dance, que o álbum seguiria este nicho mas o sucesso de Motivation mudou toda a cara da produção.

Here I Am tem como sonoridade básica a Urban Music, uma mistura de R&B e pop, e no final apresenta as duas faixas representantes da veia House na qual a cantora diz se identificar muito.Kelly Rowland Here I Am

A verdade é que o álbum é pouco ousado, e mesmo depois de experimentar novos ritmos Kelly continuou na sua zona de conforto ao misturar muitos elementos mais pop ao seu R&B tentando torna-lo mais comercial. O resultado é um trabalho morno, com suas exceções, obviamente. Work It Man é um exemplo de uma faixa que representa o que foi dito, mesmo produzida por Darkchild, o Midas da música atual, o sintetizador que lambuza a faixa tira o peso das batidas do R&B. Isso acontece também na maioria das faixas do Here I Am.

I’m Dat Chick merece destaque, a canção que abre o set list mistura elementos eletrônicos à música urbana, mostrando uma faixa bem ousada. Batidas fortes e vocais estranhos cantando sobre uma Kelly convencida, que realmente sabe que é bonita. Em algum aspecto me lembra Vanity, de Christina Aguilera.

O sexo dessa vez é tema mais presente no álbum e fica mais evidente no single Motivation, ótima música que traz o R&B mais ‘tradicional’, minimalista e sensual.

Quase 80% do álbum foi escrita e produzida por Ricco Love, o responsável de “Sweet Dreams” entre outras músicas nas quais se ouve o bordão já famigerado ‘turn the lights on’ que se tornou a assinatura do produtor. Ricco também colabora cantando em All Of The Night, uma baladinha aguada mas com vocais muito bonitos de Kelly, como sempre.

O Sucesso estrondoso da parceria com David Guetta, When Love Takes Over, se reflete nas últimas faixas do álbum: a superdançante Commander (Que também foi produzida por David), já citada aqui e Down For Whatever, produzida pelo hit maker Red One.

Here I Am é um trabalho bem homogêneo apesar das últimas faixas, pouquíssimo inovador, mas não chega a ser ruim. É um álbum OK com seus pontos altos bem distribuídos em meio a faixas quase inexpressivas.

O álbum ainda não foi lançado no Brasil.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Timbaland, David Guetta e Pitbull juntos em Pass At Me

O grande hit maker dos anos 2000 resolveu se juntar aos outros produtores mais bem-sucedidos da ultima decada, David Guetta e Pitbull, pra contribuir na trilha sonora de um projeto de 'arte' bem curioso intitulado 'Culo'.

A história é a seguinte: o fotografo italiano Raphael Mazzuco está produzindo um livro de fotos semi-eróticas que tem como foco, pasmem, a bunda. Bem, com esse tema nada melhor do que os melhores produtores de música pra mexer o culo pra compor a trilha sonora.

A faixa é Pass At Me, é uma mistura de música eletrônica com as batidas mais loucas que a gente espera de Timabaland, os raps ficam por conta de Tim e de PitBull. A letra a gente nem comenta né? fica mais o beat pra dançar mesmo. Esperava coisa mais impactante de uma colaboração tão grandiosa.

O vídeo é uma coletânea das imagens do projeto Culo, com direito a muita bunda de fora e belíssimas modelos, nada além disso.

Afim de ver? Só dar o play


Exclusive Video: A First Look at Culo by Mazzucco from GQ.com on Vimeo.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Crystaline - Primeiro video do projeto Biophillia de Bjork

A cantora islandesa Bjork começou a trabalhar a divulgração do seu projeto musical "Biophillia", fala-se em projeto pois envolve diversos elementos incluindo jogos e aplicativos pra Ipad com as músicas da cantora.

Agora a interprete lança o primeiro vídeo que se chama Crystaline, a produção, como a gente pode esperar, é fantastica. Imagens sobrepostas, projeções digitais, planetas, cristais, tudo isso ao som mais do que original e estranho de Bjork. O clipe flerta com o surrealismo (como vários outros da cantora) e brinca com a tecnologia do quadro a quadro.

Mas como todo mundo sabe, tem q ter coragem pra enfrentar a experiencia de ouvir uma música de Bjork, e ai, vai encarar?

sábado, 23 de julho de 2011

Top 10 – Billboard!

Ok! Eu sei! estamos atrasados denovo ¬¬
Maaaas, tudo bem, vamos lá! No to dessa semana teve estréia direto no primeiro lugar do álbum do jurado do The Voice: Blake Shelton já na parada de singles o LMFAO continua liderando, confere ai o top 10 da parada mais importante do mundo, a Billboard:

Hot 100 – Singles
  1. Give Me Everything – Pitbull feat. Ne-Yo, Afrojack & Nayer
  2. Last Friday Night (T.G.I.F.) – Katy Perry
  3. Rolling In The Deep – Adele
  4. Super Bass – Nicki Minaj
  5. How To Love – Lil Wayne
  6. The Edge Of Glory – Lady Gaga
  7. Tonight Tonight – Hot Chelle Rae
  8. Skyscraper – Demi Lovato

Billboard 200 – ÁlbunsBlake Shelton - Red River Blue (Official Album Cover)
  1. Red River Blue – Blake Shelton
  2. If Not Now, When? – Incubus
  3. 21 – Adele
  4. Neon – Chris Young
  5. 4 – Beyoncé
  6. All Of You – Colbie Caillat
  7. My Kinda Party – Jason Aldean
  8. The Truth Is… – Theory Of A Deadman
  9. Yours Truly – Sublime With Rome
  10. When The Sun Goes Down – Selena Gomez & The Scene

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Pop no Brasil, isso existe?

Por que o pop nacional não tem força? Talvez você nunca tenha percebido mas nossos representantes desse estilo são completamente sem expressão no cenario musical brasileiro. Antes de tentar discutir esse assunto, quem seriam nossos cantores pop? Kelly key, Latino, Wanessa, Sandy… Mas pera aí só esses? Dependendo do que a gente considere Pop os nomes não vão muito alem desses aí.

Pra começar estou definindo pop aqui como estilo musical universalizado, aquele que já foi descutido aqui, o gênero de música que é feito em quase todos os países do mundo e segue mais ou menos as mesmas características básicas: simplicidade melódica, geralmente feita pra dançar, com influências do funk, eletrônico, soul, R&B, etc.

Se levarmos em consideração só o caráter popular da música, aqui no Brasil o pop pode ser definido por outros estilos musicais como o axé, o sertanejo e o pagode. Mas se observarmos bem, tais elementos citados como características do pop internacional também estão presentes (em partes e em outras proporções) na nossa música.

Rouge_álbumVoltando ao pop de Kelly Key e compahia… O Brasil já teve representantes fortes do estilo em quastão como o grupo Rouge e a dupla Sandy e Júnior. O que faz o grande público não aceitar tão plenamente esses artistas é o fato da música deles ser reconhecida como música para crianças, afastando assim os ouvintes jovens e adultos, não estou dizendo que eles não fizeram sucesso mas a aceitação podeira ser muito maior. Outros como Latino apelam para a tosqueira e caem no desrespeito.  Outro ponto fraco do pop brasuca são as performances, tão valorizadas no cenário internacional, aqui um artista raramente aparece com uma coreografia mais elaborada, bailarinos e etc.

Ultimamente nota-se uma tendência dos artistas pop brasileiros fazerem suas música em inglês (vide Wanessa ex-Camargo) sob o argumento de a língua portuguesa não casar bem com esse estilo. Isso só reforça ainda mais a limitação de uma música de ‘massa’ a um determinado seguimento, pois o público nacional em geral gosta de acompanhar a letra das músicas e apreciar a mensagem que esteja sendo passada (independende de qual ela seja); outro aspecto a ser pontuado é: que argumento é esse, brasil? Ritmos não tem língua, o pop não só fala inglês, vide o sucesso estrondoso do J-pop no japão. Se a música é boa ela vai ser reconhecida, independente da língua que é cantada, e outra, qual o intuito de cantar em inglês ou qualquer outra língua se seu público alvo não compatilha desse mesmo código? estética? Me poupe.

A MPB está lotada de artistas que fazem essencialmente música pop, mas aqui são denominados como MPB pela qualidade das suas letras/arranjos/melodia, tal rótulo é elitista e restringe o cantor/cantora/banda a uma pequena parcela do público. Com a divulgação certa e focada, a audiência dessa obra poderia ter uma alcance muito maior, principalmente se conseguir se desprender dos preconceitos de ser aceito pela maioria e se tornar de fato popular. Parece que o status de ser considerado MPB é mais importante do que ter a música massivamente difundida nos meios de comunicação.

Algumas bandas pop/rock tem aceitação medíocre em meio aos ouvintes principalmente de considerarmos as bandas do mesmo gênero fora do país. Um hit ou outro salvam esses artistas do ostracismo quase geral.Ivete Sangalo

Enquanto as gravadoras não atentarem para o gênero pop mais jovem porém não infantil, nosso mercado fonográfico vai continuar carente nessa área e nossos representantes vão continuar sendo Ivete Sangalo, Luan Santana e Exaltasamba…. Isso não é uma crítica negativa, tais artistas realizam muito bem seu papel no que se propõe, mas infelizmente não tem um som universal que possa superar as barreiras dos regionalismos e  características étnicas de suas obras.

Enquanto isso o Brasil continua carente nessa área e seus jovens se veem ouvindo Katy Perry, Lady Gaga, Jay-Z por falta(?) de representantes nacionais.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Do pop/rock colorido ao dance batidão, escute a nova música do Cine: Em Choque

A banda colorida Cine deu uma inovada no seu som e foi buscar inspiração nas pistas de dança internacionais para seu novo single 'Em Choque'. Deixando de lado aquele pop/rock os meninos mudaram radicalmente o estilo que se aproxima muito do som de Katy Perry e Rihanna, por exemplo.

Os fãs da banda conseguiram colocar o título da canção nos TT's mundiais no twitter. A opinião dos ouvintes a respeito da música é bem diversificada, há quem ame, quem odeie, quem nem sequer escuta pelo fato de ser de uma banda 'colorida'; mas a opinião que mais me intriga é: esse som não combina com português(!). E o pior não é a primeira vez que Cine - Em choqueleio esse tipo de 'asneira' por aí, a própria cantora Wanessa já afirmou que cantar musica dance em português soa como uma versão mal feita. (volto a essa discussão no próximo post da coluna 'papo cabeça').

O fato é que 'Em choque' da um gás ao Pop nacional que anda muito mal representado, ou é praticamente inexistente, nos moldes internacionais que a gente conhece. De fato, a letra não é das melhores, mas quem disse que as músicas em inglês que a gente ouve tem letras geniais sempre, principalmente quando se fala daquelas que 'são para dançar'. Nesse caso o que importa mesmo é a vibe da música, que é muito legal, está pronta para tocar em qualquer balada e sacudir a galera. Ah, e só pra constar os meninos do Cine estão mais 'preto e branco' nas fotos de divulgação do novo single.

Quem acompanha os posts sabe que não curto muito essas mudanças bruscas de estilo, mas nesse caso vale a tentativa de avivar uma cena tão parada na música brasileira.

Confere na nova música do Cine, Em Choque!


Corram pras colinas! Rebecca Black lança música nova: My Moment

Definitivamente é o apocalipse!! A cantora da música mais tosca de 2010/2011 e quiçá de toda história da humanidade (Friday, se você não viu pense duas vezes em ver) Rebecca Black lançou mais um single!

Dessa vez a música é My Moment, e fala o obvio: este é o momento dela, de ser estrela de estar nos holofotes e blá blá blá. O vídeo mostra os momentos de celebridade da "cantora" dando autógrafos, ensaiando coreografias e por aí vai. Tudo muito colorido e alegre.

A música é menos ruim que seu primeiro lançamento, mas não chega a ser bom, tá? Parece que Rebecca teve umas aulinhas de canto e ensinaram a ela que a voz sai pela boca e não pelo nariz.

Se quiser, dá uma olhada no vídeo (só pela curiosidade mais de 70% das pessoas que opinaram no Youtube clicaram e 'não gostei')

Belíssimo vídeo de Ingenua, nova música da ex-RBD Dulce Maria

Dulce Maria dessa vez caprichou na produção do vídeo do seu novo single: Ingenua, a música está no ábum solo entitulado Extranjera, o clipe foi gravado na argentina na passagem da cantora com sua turnê 'Extranjeratour'.

A produção é muito bonita, mostra lembranças de um amor de Dulce com filtro sépia, mesclando com imagens da cantora performando a música. Tudo esteticamente impecável! a música também tem um tom clássico com arranjo de cordas e piano, infelizmente a voz da ex-RBD deixa muito a desejar nos seus tons anasalados e timbre esquisito.

De qualquer maneira vale a pena ver o clipe:

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Ouça a Nova Música do Red Hot Chilli Peppers: The Adventures of Rain Dance Maggie

4 anos de espera e os fãs de Red Hot Chilli Peppers finalmente tem material novo da the adventures of rain dance maggiebanda, a música se chama The Adventures of Rain Dance Maggie, é o primeiro single do novo album da banda: I'm With You.

Com aquela velha letra viajada, os caras do Red Hot dessa vez apostaram num som bem mais leve, e por que não dizer, mais pop mesmo. Com arranjos mais simples e uma levada bem cadenciada a música não é o melhor trabalho da banda, mas também não é dos piores. Faixa mediana com certo apelo comercial, pelo simples fato de ser de quem é.

No final das contas: legal, mas nada demais.

Segunda versão de Gimme More de Britney Spears

Depois de 4 anos do lançamento da primeira versão de Gimme More, cai agora na internet a versão alternativa do clipe.

O vídeo mostra várias cenas inéditas, inclusive a parte em que a cantora tira o top e sensualiza para a câmera. Ainda rola umas cenas externas, mas nada daquelas famigeradas tomadas do funeral (que rezam a lenda que foram gravadas)

Enfim, é bom pra os fãs que tem mais material da cantora, afinal não é nada bonito de se ver: Britney gorda, de peruca e se esfregando no pole dance.

De qualquer maneira, dá uma olhada (se tiver coragem):

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Mel C lança música e clipe novo: Think About It

Melanie C está trabalhando duro no seu novo álbum The Sea, que tem lançamento previsto pra setembro, pegando todo mundo meio de surpresa ela lança seu segundo single: Think About It
Melanie C think about it
Seguindo a mesma linha de Rock Me, a música mistura muito bem o estilo pop/rock da eterna sporty spice com as tendências eletrônicas do mercado atual.Os vocais são ótimos e a melodia é bem comercial, tem tudo pra bombar nas paradas, tomara que tenha uma divulgação digna, que diga-se de passagem é o grande ponto fraco de Melanie.

No clipe a cantora aparece em meio a cenários coloridos performando a canção com algumas trocas de roupa, por falar em roupa, os figurinos da produção são muito bonitos e valorizam a beleza exótica de Mel, além de mostrar uma sensualidade que a até então pra nós era oculta. Pois é agora Sporty está mais Posh e virou um mulherão com  direito a salto alto, vestido curto e roupas coladinhas. Ficou curioso?

Dá uma olhada no clipe:

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Blink 182 lança música inédita! Ouça Up All Night

up all night blink 182

Lembra daqueles meninos loucos do Blink 182? Pois é, desde 2003 sem material novo os caras resolveram lançar um single.
 
A música se chama Up All Night, não é tão bem humorada como os trabalhos anteriores mas tem uma sonoridade parecida: punk rock mas sem deixar de ser pop. Mas dessa vez a banda soa bem mais adulta.

Ouve aí http://soundcloud.com/kroq/blink-182-up-all-night-kroq/s-au4sI

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Já saiu o Novo clipe de Demi Lovato - Skyscraper

A música mal foi lançada e já ganhou um vídeo que estreou hoje no canal E. A produção é bem simples, mostra Demi num deserto interpretando a letra de Skyscaper com aquela intensidade de dar dó de tanto sofrimento.
Na verdade o clipe é um saco e bem pobre, tirando o fato de ser extremamente cansativo a ênfase no pseudo-choro da cantora. No final nada acontece.

A fotografia é bonita mas não é encatadora, as cores mais atenuadas reforçam o clina de melancolia do deserto que serve como pano de fundo para o dramalhão. A edição acompanha a simplicidade da produção.

Mas ainda sim a música tem sua força, pra quem quiser ver:

terça-feira, 12 de julho de 2011

Bem dark e depressiva é assim Skyscraper de Demi Lovato

demi-lovato-skyscraper A cantora Teen agora mostra uma evolução no seu som, Skyscraper vai estar no novo álbum da cantora e revela um lado bem sombrio de Demi. A letra fala: "vá e tente me derrubar...eu me levantarei como um arranha-céu" e assim a cantora vai tentando superar sua angustias e 'haters' ao longo da canção, talvez refletindo a fase que a Lovato passou recentemente, indo pra rehab entre outras coisas.

A canção tem um tom bem melancólico e os vocais de Demi são bem caprichados, apesar de sua voz ser um tanto estridente demais.

Pra quem ficou curioso, dá o play:

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A mistura inesperada e boa de Superheavy, ouça Miracle Worker

superheavy-miracle-worker1Já pensou em juntar Mick Jagger, Joss Stone, Damian Marley, Dave Stewart e o produtor A.R. Rahman (aquele de Jay ho)? Pois é, esses artistas decidiram se unir e lançar um projeto chamado Superheavy.

O resultado é bem inesperado, pelo menos no primeiro single lançado. Trata-se de Miracle Worker, um reggae bem raiz, a cara de Damian Marley, c ujo sobrenome já diz tudo. Mas provavelmente muito mais coisa boa vem por aí, afinal são grandes nomes de diferentes estilos juntos em um só lugar. É só esperar pra ouvir o álbum deles.

Por enquanto a gente vai curtindo Miracle Worker

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Novo clipe de Cee-Lo Green: Brights Light Bigger City

Ninguém mais divo que ele no múndo da música, Cee-Lo agora jurado do The Voice lança mais um single do álbum Lady Killer. A música é o remix de Brights Light Bigger City, com a participação (totalmente dispensável) do rapper Wiz Khalifa.

A música é ótima com a quela pegada mais funk/soul mas muito pop e com a maravilhosa voz de Cee-Lo falando das maravilhas do fim de semana, é pra dançar e se divertir mesmo. No clipe o cantor encarna um gangsta ricasso com tudo o que tem direito, bebidas caras, mulheres bonitas e excentricidades. 

Dá uma olhada no vídeo:

Lenny Karvitz disponibiliza novo single para donwload gratis!

Black_and_White_AmericaCorre, minha gente! É só até hoje! Lenny Kravitz deixou todo mundo ter a música nova dele de graça! Ok, mesmo se ele não deixasse era bem fácil a gente ter, mas não vale nada ter uma MP3 legal no computador, né?

A faixa se chama Rock Star City Life e vai estar no novo álbum de Lenny: Black and White America que tem previsão de lançamento para agosto. Es te já é o terceiro single do cantor que estará no Rock In Rio em setembro. As outras faixas lançadas são Stand e Come And Get It.

Rock Star City Life segue a mesma linha dos trabalhos anteriores do intérprete de Fly Away, um pop/rock mais pesado com influências funk e soul, ou seja, muito bom!

Baixa a música aqui! Aproveita que é de graça!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Top 10 - Billboard

Mesmo sem nenhum hit até agora o álbum 4 da Beyoncé estreou em primeiro lugar na parada da billboard, isso é que é poder heim? Já nos Charts de singles LMFAO dá uma guinada e vai direto pra o #1, confere o top 10 dessa semana:

Hot 100 – singles

  1. Party Rock Anthem – LMFAO feat Lauren BennettParty Rock Anthem – LMFAO feat Lauren Bennet & GoonRock & GoonRock
  2. Give Me Everything – Pitbull feat. Ne-Yo & Nayer
  3. Rolling In The Deep – Adele
  4. Last Friday Night (T.G.I.F.) – Katy Perry
  5. Super Bass – Nicki Minaj
  6. The Edje Of Glory
  7. E.T. – Katy Perry feat. Kanye West
  8. How To Love – Lil Wayne
  9. Good Life – One Republic
  10. Tonight Tonight – Hot Chelle Rae

 

Billboard 200 - Álbuns

  1. 4 – Beyoncé
  2. 21 – Adele4beyonce
  3. Finally Famous – Big Sean
  4. When TheSun Goes Down – Selena Gomez & The Scene
  5. The Light Of The Sun – Jill Scott
  6. My Kinda Party – Jasin Aldean
  7. This Loud Morning – David Cook
  8. Dream With Me – Jackie Evancho
  9. Hell: The Sequel – Bad Meets Evil
  10. American Idol Season 10 Highlights – Scotty McCreery

Beyoncé de noiva em Best Thing I Never Had

É isso mesmo, pessoal! A nossa Queen B está se preparando pra casar e contando como superou um idiota do seu passado no vídeo de Best Thing I Never Had. O clipe é relativamente simples, mostra o casamento de Beyoncé com um cara bonitão e em um determinado momento mostra o flashback pra 98 no baile de formatura, lá vemos a cantora com o carinha cafajeste. Ah, o final eu não vou contar não, tá?

A fotografia é linda, num clima de fim de tarde, muitos tons de bege e champanhe. Bee está linda e radiante no seu visual noiva. Ponto negativo pra apelação de mostrar a interprete só de lingerie, totalmente sem necessidade, mas olhemos pelo lado bom: é BEYONCÉ SÓ DE CINTA LIGA E CALCINHA, ou seja, já vale o clipe.

Dá uma olhada!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Atacando de Katy Perry, Michelle Williams Lança single

MichelleWilliamsLoveGun Depois de 3 anos do lançamento de 'Unexpected' e temporadas em cartaz nos musicais da Brodway, Michelle Williams decide voltar ao mundo da música.

Segundo a ex-destiny's child seu novo som tem influências de Katy Perry e Natasha Bedingfield. O single promocional atende pelo nome de 'Love Gun' e não tras nada de novo, a voz de Michelle cheia de efeitos, batidas dançantes de influências electro e house como tudo o que está tocando no rádio.

Na verdade é que a música não empolga muito apesar de animadinha, a canção vai estar no quarto álbum da cantora (o segundo não-gospel) que tem previsão de lançamento pra agosto/setembro


E aí? Será que ela consegue emplacar dessa vez?

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Top 10 - Billboard

Depois de algumas semanas sem postar o top 10 mais importante da música internacional, e com um pouco de atraso estamos aqui com a parada dessas semana (antes tarde do que nunca)

Pitbull conseguiu o tão cobiçado #1 de Adele nessa semana, mas a gordinha continua lá bem perto, em segundo, ameaçando o rapper. Já na parada de àlbuns temos estréia do novo álbum da cantora de R’n’B Jill Scott. Vamos ao 10 Billboard:

 

Hot 100 – SinglesPitbullGiveMeEverything

  1. Give Me Everything – Pitbull feat. Ne-yo, Afrojack & Nayer
  2. Rolling In The Deep – Adele
  3. Party Rock Anthem – LMFAO feat. Lauren Bennett & GoonRock
  4. Last Friday Night (T.G.I.F) – Katy Perry
  5. Super Bass – Nicki Minaj
  6. The Edge Of Glory – Lady Gaga
  7. E.T. – Katy Perry feat. Kanye West
  8. Moves Like Jagger – Maroon 5 feat. Christina Aguilera
  9. The Lazy Song – Bruno Mars
  10. How To Love – Lil Wayne

 

Billboard 200 – ÁlbunsJillscottthelightofthesun

  1. The Light Of The Sun – Jill Scott
  2. Bon Iver – Bon Iver
  3. 21 – Adele
  4. Dream With Me – Jackie Evancho
  5. Outlaws Like Me – Justin Moore
  6. Hell: The Sequel (EP) – Bad Meets Evil
  7. Planet Pit – Pitbull
  8. Born This Way – Lady Gaga
  9. Alpocalypse – Weird Al Yanovic
  10. My Kinda Party -

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Sem Chris Brown, Sai o clipe de See No More de Joe Jonas

Joe Jonas já lançou sua música solo que já foi comentada aqui no blog. Agora See No More ganha um clipe.

O vídeo não empolga, e Joe sofrendo por uma garota enquanto tudo se acaba. A participação de Chris Brown ficou só nos (poucos) vocais mesmo, o canto não dá as caras no clipe. Boa, Chris se livrou de uma roubada aparecer nesse clipe chato!

Ah mas a música é legal, vai. E Joe também é um atrativo pra ver o vídeo (6)

Confere aí: See No More

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Coldplay lança música nova (e chata) e causa polêmica

Every Teardrop is a Waterfall Every Teardrop is a Waterfall é o nome do novo single do Coldplay que não lança nada desde 2008. A banda mudou um pouco seu estilo nesse novo trabalho, e disse estar mais 'americanizado', na verdade o que aconteceu que eles acrescentaram umas batidas mais eletrônicas ao seu som. Mas a coisa toda não deixa de ser chata, que já a característica do material da banda. Dá uma sacada no novo som dos caras:



Até aí tudo bem, música mais ou menos e tal, mas o caras estão sendo acusados de plagiar outra canção: Ritmo De La Noche da cantora Mystic (a música começa depois de 8 segundos)



Então, galera, é plagio ou não é? Ou foi simplesmente sampleada e vai ser tudo creditado? Enfim, deixa sua opinião.

Novo Clipe Colorido do Coldplay

Os grafites dos anos 70 são a inspiração para o novo vídeo do Coldplay, Every Teardrop Is A Waterfall ganhou uma produção simples porém bem finalizada. A edição no estilo stop motion dá mais vida à canção, o clipe ainda mescla imagens em movimentos normais da performance da banda, finalmente tudo é mesclado numa edição vertiginosa deixando o resultado beeem legal.

Agora com efeito visual a música até se torna menos chata. Confere o vídeo:

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mais Aretha que Nunca – Ouça Somehow de Joss Stone

Somehow joss stone Joss Stone volta à cena musical depois de dois anos sem lançamentos. A música Somehow que vai estar no novo álbum LP1, fala de uma mulher indecisa entre deixar e continuar com aquele cara meio chato mas que ela ama; o som da faixa é bem parecido com o que a gente está acostumado a ouvir da Joss, um soul raiz bem envolvente. Apesar de soul, Somehow tem uma pegada mais crua, com instrumentos pouco trabalhados digitalmente e com cara de gravação ao vivo.

Ao contrário do resto do mundo, eu nunca tinha achado a voz de Joss comparável à Aretha Franklin, a meu ver as comparações se limitam ao estilo, que realmente é bem similar, porém dessa vez eu tenho que dar o braço a torcer, em alguns momentos da música a voz lembra sim à da Rainha do Soul (Deus me perdoe por essa blasfêmia musical, mas é verdade).

Confere a nova música de Joss Stone, Somehow:

sexta-feira, 24 de junho de 2011

No One Gonna Love You, o mais novo Vídeo da DIVA Jennifer Hudson

Uma das maiores vozes da atualidade, Jennifer Hudson, acaba de lançar mais um single do seu álbum I Remember Me. A música dessa vez é No One Gonna Love You, nele a cantora aparece mostrando sua incrível boa forma e até arrisca uma performance mais dançante com bailarinas porém nada muito ousado.

O grande foco do vídeo é na atuação de Jennifer que briga com o namorado que esquece o aniversário de namoro. A interpretação da cantora é sempre um show a parte, não é a toa que ela tem um Oscar. 

Quer ver o resultado da produção? Então olha!

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Pole dance do futuro você vê no novo clipe de Enrique Iglesias e Usher

Enrique Iglesias lançou mais um single do seu àlbum Euphoria, dessa vez a música é Dirrty Dancer com a participação do cantor Usher e do Rapper Lil Wayne. O clipe futurista mostra Enrique observando um monte de dançarinas hologramas gostosonas fazendo a Alzira no Pole Dancing, tirando isso não tem muita coisa pra ver não.

O vídeo é recheado de efeitos especiais, tem uma pós produção bem acabada, apesar disso ainda é simples. O filtro azulado ajuda no clima moderno da produção. Mas ainda sim, não tem muito o que se falar.

A música no estilo eletrônico precisa da participação dos outros artistas para ganhar um gás, a participação de Usher deixa os poucos recursos da voz de Enrique ainda mais evidentes.

Dá uma olhada no vídeo e deixa a opinião.

Britney toda engraçadinha no clipe de I Wanna Go

No vídeo Brit faz a louca e manda todos os repórteres praquele canto, e depois sai pelas ruas causando muito. O clipe de I Wanna Go é muito divertido e super leve, tirando o visual clean e a fotografia super legal que dão um clima mais fofo à produção. 

Dessa vez não teve dança mas umas tosqueiras que divertem muito o expectador (eu ri na parte do leite, confesso). No final ainda rola uma homenagem ao grande rei do pop Michael Jackson.

O roteiro é meio surreal mas o final justifica a loucura toda (ou não), ficou curioso? Então assiste I Wanna Go:

terça-feira, 21 de junho de 2011

Moves Like Jagger - Parceria de Maroon 5 e Christina Aguilera

Sim, é isso mesmo! Depois do The Voice tudo é possível e agora a banda Maroon 5 lança um dueto com Christina Aguilera. Melhor ainda é o resultado dessa parceria improvável, Moves Like Jagger é um pop super contagiante com aquele refrão que gruda na cabeça. É levemente diferente do som do Marron 5 que a gente está acostumado, mas vejam só, ousar é preciso! 

A participação de Christina é pequena e fica lá pro final e nem é tão marcante assim, talvez pelo tempo que é bem reduzido, o que importa é que a música é legal e pronto! Ouve aí:

O mundo está acabando no novo clipe de Chris Brown

É o fim do mundo, minha gente! Pelo menos é o que parece na super produção 'Next To You', novo vídeo de Chris Brown. A música que flerta com o pop e pitadas de eletrônico é uma parceria com o cantor teen Justin Bieber (ou seja, realmente é o fim do mundo); é um encontro de gerações, pra quem não lembra Chris também começou sua carreira bem cedo, com 16 anos.

O clipe tem uma produção muito boa, cheia de efeitos visuais e bem apocalíptico, apesar de ser meio grande e as vezes chatinho vale a olhada pelo capricho.

Saca só o vídeo:

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Olha, se tiver paciencia, o clipe novo da Gaga - The Edge Of Glory

Gaga lança agora um vídeo para "The Edge Of Glory"...and you know Gaga, cadê aquela criatividade que a gente vê sempre em seus clipes, heim?

Dessa vez a cantora apostou na simplicidade e mostra seus grandes dotes de bailarina -N dançando num quarteirão deserto (a não ser pela presença de um saxofonista) e...só! Sim pessoas, é só e somente só isso.
Nada de assassinatos em série, cadeira de rodas, sangue, parto, dinheiro sendo queimado, referências religiosas...NADA. Gaga e seu visual extravagante, como sempre, performando a música, e nós aqui esperando uma ação que não acontece. O clipe não empolga, é pobre visualmente falando.Com certeza haverá quem curta, não foi o nosso caso.

dá uma olhada no clipe (ou não)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Tudo Junto e Misturado é assim Love? de Jennifer Lopez

Jennifer Lopez - Love- Depois de muita dificuldade no lançamento, falhas de divulgação, boicote, troca de gravadora e todos os problemas da face da terra, J.Lo dá a volta por cima e lança o tão adiado Love?

O hit On The Floor abre o álbum em grande estilo, a música está ha 15 semanas ocupando ótimas posições na parada mais importante dos EUA: o hot 100 da revista Billboard. Produzida por Red One, a faixa é um dance feito para animar as pistas de dança, o sample da lambada “Chorando Se Foi” de Kaoma garante a presença da alma latina da cantora.

Pra acompanhar a vibe do sucesso de On The Floor temos Papi que também tem um tom caliente com partes faladas em espanhol e Invading My Mind que é a mais eletrônica de todas, mesclando elementos do eletro e do house. Hypnotico, escrita por Lady gaga, também segue essa linha.

Love? mescla as tendências do Pop mundial de fazer música eletrônica com as origens latinas e mais urbanas de Jennifer, claro, sempre regado com a boa e velha levada pop pra deixar as coisas mais palatáveis ao público mais geral.

O segundo single mostra a Jenny from the block mais black, misturando batidas de ska e reggaeton com a participação de Lil Wayne. A mistura resulta numa das melhores faixas do CD.

O álbum conta também com aquela baladinhas mais melosas e chatas que não combinam muito com a voz de Jennifer mas que sempre são presentes. Until It Beats No More é um exemplo de faixa que poderia muito bem não existir e não faria muita falta.

Outra canção meio estranha é (What It is) love? que lembra, e muito, I hate This Part das Pussycat Dolls, principalmente nos primeiros versos.

O R&B que consagrou a cantora também está presente em Love?. Run TJennifer Lopez – Love [Deluxe Edition]he World e One Love mostram que J.Lo não esqueceu o que a fez famosa.

No final das contas Love? é um álbum cheiro de referências e muito atual, talvez o  pecado seja a mistura de vários estilos em um só lugar. A constância passa longe desse trabalho, isso as vezes incomoda o ouvinte, principalmente quando há uma mudança brusca de gênero musical de uma faixa para outra. Mas o que desagrada a uns pode ser um diferencial para outros, no sentido em que cada nova música ser uma descoberta. No final das contas, numa vibe ou em outra Love? foi feito pra dançar e curtir e cumpre muito bem seu papel.

Nos EUA ainda há uma versão Deluxe com 4 faixas bônus.

Preço médio: R$ 24,90

Novo Som do Jota Quest

O Jota Quest lançou uma coletânea comemorativa dos 15 anos de carreira com todos os sucessos da banda. o álbum "Quinze" ainda conta com a faixa inédita "É preciso (A proxima parada).

A banda já fez músicas mais empolgantes, mas essa baladinha pop/rock mid tempo conquista pela letra fofa e a simpatia na interpretação dos meninos da banda. A música é um pouco diferente do que a gente está acostumado a ouvir do Jota, aquele som mais black com influências soul, dessa vez a banda incorporou algumas batidas mais eletrônicas, mas não apelaram para o dance, é só uma modernizada nos efeitos usados. "É preciso" ganhou um clipe bem clean e simples mas com uma pós produção muito boa, com efeitos legais na imagem e uma montagem interessante.

Dá uma olhada no clipe:

Dupla brasileira Dolls lança "Não"

DollsJá ouviram falar nas Dolls? É uma dupla formada por Jessy-K e Grazi, elas fazem um som pop aqui no Brasil. Já fizeram participação nos shows de latino e em algumas performances dele nos programas de TV com a música 'Selinho na Boca'.


As meninas se aventuram numa área bem desvalorizada no nosso país, a maioria do som pop que todo mundo ouve é internacional; agora elas lançam uma música nova chamada "Não". De influências eletrônicas e bem pop o single só peca na letra bobinha e cheia de gírias, mas vamo lá, já é um começo num país de 'vou não, quero não' entre outras.

Quer conhecer o som das meninas? Ouve aí:

 

dica do amigo @CAMPOScelio

Michael não morreu e lança mais um single!

O cantor falecido mais ativo do mundo lança mais single: Behind The Mask. Michael Jackson tem mais uma música de seu álbum póstumo "Michael", dessa vez os próprios fãns são responsáveis pelo vídeo. Admiradores do mundo todo enviaram seu material, cerca de 1600 vídeos de de 103 países participam da produção.

O clipe é muito bem editado, mas tem um certo excesso de informação e a gente fica meio perdido sem saber o que olhar. O ponto fraco também é um ponto forte pois cada vez que o expectador assiste descobre uma nova imagem mais legal que a outra.

A música é boa, bem no estilo Michael, Pop e com seu modo peculiar de adicionar funk, R&B, Rock e tudo mais à sua música.

Ficou curioso com a homenagem? Dá uma olhada no vídeo e deixa sua opinião!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Primeiro Single de Shania Twain em 6 anos – Ouça Today Is Your Day

Shania-Twain-Today-Is-Your-Day A grande venderora de álbuns dos anos 90, Shania Twain está de volta depois de 6 anos sem gravações com novo single chamado “Today Is Your Day”.

A música é balada country bem leve, com letra pra cima, mas não empolga muito. Não é nem tão melosa e gostosa quando still The One, seu grande sucesso, e nem tão divertida quanto Man, I fell Like A Woman.

Na verdade é uma volta muito morna pra quem ja foi um fenômeno de vendas na década de 90, divulgação tímida e sem muito alarde. Vamos ver se o público vai gostar, ou ao menos ficar sabendo que ela voltou.
Escuta e dá sua opinião:

domingo, 12 de junho de 2011

Super legal clipe novo da Katy Perry nerd!

Muito Bom!! É simplesmente o que pode-se dizer do novo clipe da Katy Perry. O quinto single do álbum Teenage Dream, Last Friday Night ganhou um vídeo cheio de referências e participações mais do que especiais. Tem Hanson, Rebecca Black Kevin McHale e Darren Chris de Glee, e até Kenny G! São os anos 90 de volta, minha gente! Bom sinal, porque era a melhor fase do Pop.

O vídeo estava previsto para 14 de Junho, mas vazou um pouco antes. A estratégia de divulgação tem sido bem intensa com o alter ego nerd da cantora em todas as redes sociais divulgando partes do vídeo.

A música que tem mais a cara de Katy, bem humorada, numa pegada mais pop/rock e super legal de se ouvir combina perfeitamente com um dos vídeos mais legais da temporada. São 8 minutos que valem a pena.

Confere aí o clipe:


sexta-feira, 10 de junho de 2011

O tão esperado ‘4’ sai do forno antes da hora desaponta muita gente

Beyonce - 4 Antes do seu lançamento oficial, cai na web a versão standard do quarto álbum de estúdio de Beyoncé: “4”. Quem estava esperando aquele CD dançante e cheio de swing vai quebrar a cara, como a cantora havia falado as influências são outras, foram citadas pela Queen B: Adele e Florence and The Machine, então a gente já pode imaginar pra onde vai o som dessa vez.

O CD já abre no slow down com 1+1, já comentada aqui no blog, a partir de então começa uma sequencia de baladinhas R&B com influências dos anos 90/2000, batidas marcadas e vocais bem fortes. Por falar em vocais estes estão bem agressivos neste álbum, talvez pra combinar com a força das letras.

As músicas isoladamente definitivamente não são ruins, porém elas pecam simplesmente pela quantidade, que torna o álbum bem lento e um tanto chato (mas não chega a ser um “I am…Sasha fierce CD1”). Alguns definem isso como maturidade, porém esse ‘crescimento’ foi muito brusco e faz o ouvinte estranhar um pouco a falta dos up tempos. E um fato, música lenta não significa que ninguém cresceu, só uma tendência de criação.

A novidade mesmo ficam por conta das músicas mais animadas, com exceção de ‘Party’ com Kanye West e Andre 300 que apesar de muito boa não tem nenhuma novidade sonora; as outras têm uma pegada diferente com batidas mais étnicas. Vide a originalidade de Run The World e o quase axé gostosinho de ‘End Of Time’. ‘Count down e sua vibe levemente ska e R&B com letra divertida e criativa se destaca.

Outra que merece ser ouvida com atenção é Love On Top, num clima bem início dos anos 90 bem feliz a música é leve e diferente. Note também o tom altíssimo que a cantora vai chegando nos últimos refrões.

No final das contas não é o melhor trabalho de Beyoncé, mas com sucessivas ouvidas a gente tem nossas preferidas e se salva muita coisa. O lançamento está previsto para o dia 28 de Junho, mas algumas fontes afirmam que devido às críticas ‘4’ seria adiado pra setembro e dele só seriam conservadas as músicas lançadas até então, A assessoria da gravadora não confirmou a informação. Só nos resta esperar.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Top 10 - BillBoard

Sem Muita novidades nos primeiros lugares a parada da Billboard segue meio estável, Gaga continua no #1 com seu 2º álbum Born This Way e a britanica Adele comanda a parada de Singles com Rolling In The Deep. Dá uma olhada no top 10 dessa semana:

Hot 100 – Singles

  1. Rolling In The Deep
  2. Give Me Everything – Pitbull feat. Ne-Yo, AfroJack & Nayer
  3. E.T. – Katy Perry feat. Kanye West
  4. The Lazy Song – Bruno Mars
  5. On The Floof – Jennifer Lopez feat. Pitbull
  6. Paty Rock Anthem – LMFAO feat. Lauren Bennet & GoonRock
  7. The Edje Of Glory – Lady Gaga
  8. Just Can’t Get Enough – The Black Eyed Peas
  9. Till The World Ends – Britney Spears
  10. The Show Goes On – Lupe  Fiasco

Billboard 200 – Álbuns

  1. Born This Way – Lady Gaga
  2. 21 – Adele
  3. Codes And Keys – Death Cab For Cutie
  4. Ukulele Songs – Eddie Vedder
  5. Circuital – My Morning Jacket
  6. This Is Country Music – Brad Paisley
  7. Now 39 – Vários Artistas
  8. My Kinda Party – Jason Aldean
  9. Speed Of Darkness – Flogging Molly
  10. Glee, The Music: Season Two, Vol. 6 – Glee

terça-feira, 7 de junho de 2011

Apelando pra Dance Music Mel C está de volta

Melanie C - Rock Me Desde 2009 sem material novo, depois de dar a luz à uma linda menina, a eterna Sporty Spice - Melanie C. lança o primeiro single do novo álbum ‘The Sea’. A música se chama Rock Me, com batidas mais eletrônicas mas uma pegada mais rock, Mel C da sua visão do novo pop lotado de influências da dance music. Rock Me é muito dançante a levada empolga quem ouve.

O clipe é bem simples, mas mostra uma tendência mais performer de Mel, com bailarinos e a própria até arrisca uns passos, coisa que não fazia desde o tempo de Spice Girl. Pra não deixa de ser Sporty, o vídeo mostra um pessoal fazendo embaixadinhas e outros andando de skate num clima bem urbano. A locação é que deixa a desejar: embaixo de uma ponte; pelo jeito Melanie gosta mesmo desse ambiente porque já fez um clipe num lugar parecido. O que importa é que Mel está de volta à música e em grande estilo, vamos ver se agrada ao público dessa vez.

Confere o video:

Toda trabalhada no Pole Dancing Shakira lança "Rabiosa"

É muita sensualidade, minha gente! Shakira da uma super festa e aparece de novo visual no clipe de 'Rabiosa' e ainda tem o visual antigo com direito àquela dança gostosinha no pole dancing, agarrada no pau ela vai longe (tá, parei).

A música tem a participação de Pitbull mas nem sinal dele no clipe, será uma tendência? aconteceu o mesmo na colaboração Jennifer Lopez e Lil Wayne.

Voltando a Shakira, o clipe não tem nada demais, mas é super pra cima e animado, combina com a música de influências latinas. Vale ver o clipe todo só pela elasticidade da cantora no final.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Top 10 - Billboard

Essa semana Gaga estreia seu álbum no topo da parada americana de álbuns, ela vendeu mais de 1 milhao de cópias na semana do lançamento (e daí que eles estavam sendo vendidos a $0,99 e a própria comprou um monte?).

Já no Hot 100 ninguem se atreve a tirar Adele do topo que continua firme e forte. Vamos ver o Top 10 da Billboard:

 

Hot 100 – Singles

  1. Rolling In The Deep – Adeleadele-rolling-in-the-deep
  2. Give Me Everything – Pitbull feat. Ne-Yo, AfroJack & Nayer
  3. E.T. – Katy Perry feat. Kanye West
  4. On The Floor – Jennifer Lopez feat. Pitbull
  5. Just Can’t Get Enough – The Black Eyed Peas
  6. The Lazy Song  - Bruno Mars
  7. Till The World Ends – Britney Spears
  8. The Edge Of Glory – Lady Gaga
  9. Party Rock Anthem – LMFAO feat Lauren Bennett & GoonRock
  10. I’m On One – DJ Khaled feat. Drake, Rick Ross & Lil Wayne

 

Billboard 200 – Álbuns

  1. Born This Way – Lady GagaBorn This Way – Lady Gaga
  2. This is Country Music – Brad Paisley
  3. 21 – Adele
  4. Glee, The Music: Season Two vol. 6 – Glee
  5. Maybach Music Group Presents: Self Made vol. 1 – Vários Artistas
  6. Now 38 – Vários Artistas
  7. NKOTBSB – NKOTBSB
  8. Torches – Foster The People
  9. My Kinda Party – Jason Aldean
  10. Sigh No More – Mumford & Sons

Dave Grohl quebra tudo em novo clipe dos Foo Fighters - Walk

Quem tava sentindo falta daquele humor do foo fighters vai adorar o novo clipe da banda (eu!). O vocalista Dave Grohl, no melhor estilo dia de fúria, tem um dia péssimo e sai arrebentando tudo que nao agrada pela frente. A fotografia colorida contrasta com a raiva do cantor e dá um ar mais irônico ao video. Muito bom!

A música é o novo single "Walk" parte do recém lançado Wasting Light, é um rock leve mesmo com os vocais mais agressivos de Dave. Boa música como é de se esperar dos caras. 

Confere aí Walk:


quarta-feira, 1 de junho de 2011

Beyoncé se revolta e lança 'The Best Thing I Never Had"

beyonce-best-thing-i-ever-had-beyonce Depois do desempenho ruim de "Run The World", Beyoncé já se apressou em lançar coisa nova: Best Thing I Never Had. Uma balada revoltada, letra no estilo 'Irreplaceable' cheia de atitude e mais forte.

Segundo a linha do R&B, sonoramente não há muita novidade na canção, os vocais são muito fortes e impostados e a interpretação é bem agressiva pra combinar com o girl power do single. Nada de outro mundo, mas também não é ruim.

Parece mesmo que 1+1 vai ficar pra depois (ou nunca mais), então vamos ouvir a nova música da Queen B - The Best Thing I Never Had.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Rihanna desce o Morro no clipe de Man Down

Pois é gente, um dia a gente mostra de onde veio realmente. Rihanna resolveu fazer a favelada no novo clipe, foi lá na jamaica pegar o clima do reggae da música man down (que é uma das mais autênticas do álbum, mostra realmente as influências de Rihanna com muita personalidade).

Ririh bota o perucão, tira o sutiã e sai pelas ruas beijando as pessoas, falando cascolega, com os amigos traficantes (tenso), vai até pra o que poderia ser um brega/pagode/baile funk e arruma confusão por lá. Resultado ela faz o que diz na música e mete bala pra cima (no melhor estilo Cardinot*, quem é de pernambuco sabe do que eu to falando).

A música é o melhor do clipe, o resto a gente vê por pura diversão, mas não é muito bonito de se ver não.



*programa policial veiculado em Recife

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Já Ouviu 1+1, a nova música da Beyoncé?

beyonce 1 1As performances gigantescas de Run The World (Girls) não conseguiram alavancar a música nos charts americanos e parece que Beyoncé já vai lançar outro single pra correr atrás do prejuízo. Mudando um pouco a estratégia, a ap osta é na balada romântica 1+1, que vai abrir o álbum '4'.

A letra é melosa, porém bonita; a interpretação forte da cantora da um fôlego maior à canção. Os arranjos são bem simples, com cordas e poucas batidas para valorizar a voz impostada da Queen B. O resultado é uma baladinha meio chata com uns agudinhos marcando no final de cada frase. De fato a música é muito bonita porém melosa demais.

e aí? será que emplaca?

A divulgação já começou e rolou performance na final do American Idol. Confere e deixa a opinião.

UPDATE: Há sites na internet que afirmam que 1+1 não será mais o próximo single e sim a quarta faixa do álbum chamada I Never Had a Best Thing. Agora é só esperar pra ver a confirmação.

sábado, 28 de maio de 2011

O Novo Som de Joe Jonas e Chris Brown

Joe Jonas - See No MoreDepois de muito sucesso com os Jonas Brothers, Joe jonas resolve se aventurar sozinho no mundo musical. Com batidas de R&B eletrônico cheio de auto-tune na voz, joe explora campos bem diferentes da sua banda neste single que conta com a participação de Chris Brown.
 
Quem está acostumado ao pop rock dos Jonas vai estranhar muito esse novo trabalho de Joe. Pelo teaser que vem rolando pela internet a performance vai ser algo mais glamuroso com direito a dança e tudo mais.

Saca só See No More de Joe Jonas e Chris Brown:

Tal mãe monstro, tal filho monstro – Nasce Born This Way da Lady Gaga

Born This Way - Lady GagaComo todos sabem, Lady Gaga pariu o seu tão aguardado álbum 'Born This Way" e inclusive ela própria já foi garantir as suas cópias numa loja nos EUA esses dias.

Gaga repete a fórmula que a consagrou, o dance/eletrônico dita a sonoridade do álbum de cabo a rabo com diversas nuances ao longo das músicas, passando pelo estilo oitentista, anos 90, mais seco, e por aí vai. Apesar de ter o estilo bem demarcado a diversidade de sons é grande. Na verdade o CD é o registro sonoro da personalidade da cantora: diversificado, cheio de referências, controverso e acima de tudo extravagante. A loucura começa pela capa, uma montagem tosca do rosto da cantora como parte de uma moto, e no encarte as coisas pioram, como Gaga numa roupa de placenta (!).

Passeando pelas faixas a extravagância salta aos nossos ouvidos, são tantos clichês da música dance usados de uma vez que a coisa toda se torna boa, tem de tudo: pianos, saxofones, sons de palmas digitais, efeitos pra modificar a voz e muBorn This Way special edition- Lady Gagaito mais.

De longe a primeira música lançada homônima ao álbum é a melhor do CD. A divertida 'Americano' também é destaque do álbum e a mais exagerada que existe.

A edição especial saiu com mais 3 faixas e um CD bônus com 6 remixes, ouvindo essa versão a coisa toda fica um pouco cansativa, com o volume algumas faixas se tornam dispensáveis como "Bloody Mary"

De qualquer maneira, não dá pra definir muito bem se o trabalho beira a obra de arte ou beira ser canastrão, mas é exatamente assim que é Lady Gaga. Ouça e chegue as suas próprias conclusões.

Preço Médio:

Versão Standard: R$ 34,90

Versão Espercial: R$ 44,90

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Alanis divulga linda faixa na web

Into a King - Alanis MorissetteDepois de alguns anos de jejum musical, Alanis Morissette nos presenteia com uma música linda em homenagem ao seu marido. Com arranjos simples e uma letra que é toda amor, a cantora mostra sua voz única e interpretação cativante.
 
Ainda não há notícias de novo material vindo por aí, mas o single já tem capa e tudo.  
Ouve aí "Into A King":

  into a king by alanismorissette

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Até que um dia sai "Run The World"

Depois de muita espera finalmente estréia Run The World
Uma mega produção, muitos figurantes, bailarinos. Muito glamour e 'divisse' mas para por aí. Coreograficamente bem feito, com passos inovadores, estranhos até.

Edição e fotografia OK, o filtro amarelado dá o ar árido e tribal que condiz com a música. Figurinos tão excêntricos quanto a coreografia. Dificildigestão de muitos elementos exoticos.

No fim a gente fica meio: "oi? acabou?" Parece que falta algo. Mas vamo lá, é Beyoncé, poderia ser só ela parada e a música rolando que todo mundo ia amar.

Não é a primeira vez com clipes e coreografias loucas, Deja Vu já fez esse papel antes.

Chega de falar e vê o clipe

terça-feira, 17 de maio de 2011

Papo cabeça - Comércio de música digital

O mercado fonográfico tem passado por uma grave crise desde o ano 2000, coincidentemente o compartilhamento das músicas on line cresce vertiginosamente. A relação entre downloads e vendas físicas contraria a teoria das grandes gravadoras que tal prática prejudique os lucros; com isso essas empresas procuram novos meios para lucrar com o comércio musical e se adequar ao cenário atual do mercado. Para analisar este fenômenos analisaremos brevemente o histórico do mercado fonográfico e falaremos sobre os novos rumos do comércio digital de músicas

Se interessou? Baixe o artigo completo aqui

segunda-feira, 16 de maio de 2011

O Sofrimento que conquistou a América - Adele

A mais nova mania da américa, por incrível que pareça, é uma britânica: Adele. A cantora está dominando o topo das paradas por aí com um som meio retrô e letras mais sofridas que as de Diane Warren.

Rolling In The deep, o primeiro single, é um sucesso estrondoso ao redor do mundo, ganhando, inclusive, uma versão na série musical Glee

adele 21Adele vai de encontro ao eletropop dominante nas paradas mundiais e mais contraditoriamente faz um som tipicamente americano com influências do Soul, Country e Folk cantando basicamente sobre o fim do seu relacionamento.

A voz meio rouca de timbre incomum somada a uma interpretação dolorida de quem realmente passou pelo que canta dão o tom melancólico do álbum. É a típica produção que você apaga as luzes de casa, deita no sofá de olhos fechados e viaja nas letras e na sonoridade.

Se o ouvinte estiver procurando por músicas pra dançar, se animar e etc. está ouvindo o álbum errado, esse aqui é pra simplesmente ouvir e sentir. E pode crer, vale cada segundo dedicado à apreciação das composições.

A produção simples realça ainda mais a voz e a interpretação das histórias contadas através das músicas. Sem participações especiais, Adele leva todo o crédito pelo sucesso do disco no qual ela está envolvida desde a composição até a produção das faixas.

Música adulta contemporânea de qualidade. Não só de Rihanna e Katy Perry vive o pop atual (Graças a deus). Como foi dito vale muito a pena ouvir.

 

Preço médio

R$ 24,00

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Top 10 - Billboard

Essa semana a gordinha britanica que conquistou a América toma o primeiro lugar de Katy Perry e continua dominando a parada de álbuns! GO Adele! breve resenha do álbum 21, enquanto não chega confere as 10 mais da parada americana

 

Hot 100 – Singles

  1. Adele – Rolling in the deep Rolling in The Deep – Adele
  2. E.T. – Katy Perry feat. Kanye West
  3. On The Floor – Jennifer Lopez
  4. Just Can’t Get Enought – The Black Eyed Peas
  5. The Lazy Song – Bruno Mars
  6. Till The World Ends – Britney Spears
  7. Just a Kiss – Lady Antebellum
  8. Give Me Everything – Pitbill feat.Ne-Yo, AfroJack & Nayer
  9. S&M – Rihanna
  10. Look At Me Now – Chris Brown feat. Lil Wayne & Busta Rhymes

 

Billboard 200 – Álbuns

21 adele

  1. 21 – Adele
  2. Hot Sauce Commitee Part Two – Beastie Boys
  3. Now 38 – Vários Artistas
  4. Helplessness Blues – Fleet Foxes
  5. Love? – Jennifer Lopez
  6. In Your Dreams – Stevie Nicks
  7. The Ultimate Collection – Sade
  8. Musiqinthemagiq – Musiq Soulchild
  9. Sign No More – Mumford & Sons
  10. This Is Gonna Hurt – Sixx: A.M.

sábado, 7 de maio de 2011

Eletronicamente fatal – Britney Spears

Depois de voltar com (quase) tudo com o CD Circus e uma turnê sucesso de bilheteria mas nem tanto de crítica, Britney retorna aos holofotes com seu novo trabalho intitulado Femme Fatale.
Seguindo as tendências de mercado, o carro chefe do álbum é o dance que dita as ordens na produção. Nas duas músicas lançadas até agora, Hold It Against Me e Till The World Ends (nessa ordem), o eletro pop domina e a coisa é tão eletrônica que nem precisa de remix pra tocar nas boates da vida. Por falar em remix essa parece ser outra tendência da Britney…

Britney Spears Femme FataleLogo após o lançamento do segundo single, foi liberado um remix da música com a participação de Nicki Minaj e sua compositora Ke$ha, como vc viu aqui. Há boatos que outros remixes vem por aí: Big Fat Bass com Chris Brown e I Wanna Go com Katy Perry. Dizem as más línguas que os remixes e participações seriam pra aplacar Gaga nas paradas. Fofocas a parte voltemos ao Femme Fatale
Não só de música dance é composto o CD, claro que temos o velho pop que aparece em How I Roll, Troube for Me e Crimminal; as velhas influências urbanas que acompanham Britney desde seu segundo álbum são representadas por Inside Out. Destaque para Don’t Keep Me waiting da versao deluxe que tem uma pegada bem rock’n’roll.

Mesmo com com a diversidade que marcam os discos pop, esse em especial tem um pequeno problema, mesmo as músicas ‘não eletrônicas’ são besuntadas de efeitos na voz e clichés da house music, como aquelas partes em que a batida suaviza e a voz fica quase acapella e depois o bit volta com tudo. O auto-tune é tão presente que qualquer pessoa poderia ter gravado esse álbum e o ouvinte não saberia diferenciar; tal modificação na voz aparece em TODAS as faixas, am algumas em menor escala mas ainda está lá.

Vamo lá, Britney, a gente sabe que você pode mais que isso, já provou recentemente em S&M com Rihanna que, mesmo com as limitações vocais, consegue cantar músicas mais difíceis. Talvez não seja a melhor cantora do mundo mas assim também é passa um pouco do limite. Tudo bem que é um certo estilo do trabalho mas tudo demais é veneno.

Mesmo com esse pequeno incomodo  Femme Fatale é um bom álbum com uma produção bem respeitosa de grandes nomes da música Pop como Max Marin e Will.I.Am. Músicas dançantes, letras que botam o pessoal pra cima e claro a própria figura da cantora são os pontos altos do trabalho.

Como todo CD hoje em dia a produção foi lançada na versão standard e deluxe com 4 faixas extras.

Preço médio:
Standard: R$24,90
Deluxe: R$64,00

Top 10 - Billboard

O UltraMegaPop tarda mas não falha, aqui vai o top dessa semana (que deveria estar aqui na quinta :P)

Hot 100 – singles
  1. E.T. – Katy Perry feat. Kanye WestKaty Perry ft. Kanye West - E.T. Remix
  2. Rolling In The Deep – Adele
  3. Till The World Ends – Britney Spears feat Nicki Minaj & Ke$ha
  4. Just Can’t Get Enought – The Black Eyed Peas
  5. The Lazy Song – Bruno Mars
  6. S&M – Rihanna
  7. On The Floor – Jennifer Lopez feat. Pitbull
  8. Blow - Ke$ha
  9. Down On Me – Jeremih feat. 50 cent
  10. Look At Me Now

Billboard 200 - Álbuns
  1. adele 21
  2. Wasting light – Foo Fighters
  3. Sign No More – Mumford & Sons
  4. Femme Fatale – Brintey Spears
  5. Lemonade Mounth – Soundtrack
  6. F.A.M.E. – Chris Brown
  7. Glee, The Music Presents: The Warblers – Soundtrack
  8. Teenage Dream – Katy Perry
  9. Rolling Papers – Wiz Khalifa
  10. So Beautiful or So What – Paul Simon

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Maria Madalena, jesus, Judas e Lady gaga - Clipe de Judas

Ok, quando você pensa que ela já fez de tudo (mesmo com tão pouco tempo de carreira) ela vem e faz mais. Não podíamos estar falando de outra pessoa senão Lady Gaga, o tão esperado clipe de Judas supera, e muito, a produção anterior Born This Way, apesar de todo alarde em cima do primeiro single talvez o visual oitentista e a forma meio agressiva do vídeo não tenham agradado tanto. Enfim, voltando ao que interessa: JUDAS...

No clipe cheio das referências bíblicas e situado nos tempos atuais, Gaga encarna uma Maria Madalena urbana que desfila de moto na garupa de Jesus... sentiu a polêmica, né? Daí é só assistir e se divertir ao som empolgante que a gente já conhece e seguir vendo o desenrolar da história.

A produção e a direção de arte são muito boas, destaque pra fotografia do início que lembra um pouco SinCity ("cidade do pecado", ironia cruel? tudo é possível já diz nossa amiga Ana Hickman) depois daí cores, cores imagens, recriações e tudo mais reunido num só lugar pra gerar polêmica.

Se a música não tem nada demais, apesar de legal, o clipe dá todo o significado especial e embora cheio de controvérsias Judas é uma produção pop pra entreter e não passa disso, então pelamor de Deus, não vai sair dizendo por aí que é blasfêmia.

Chega de blá blá blá e vamos ao vídeo:

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Cooorre! Novo Clipe da J.Lo - I'm Into You

J.lo lança o segundo single oficial de 'love?'(desconsiderando Louboutins e Fresh Up The Oven, que não entrou na edição final do álbum) depois de amargar o flop das músicas lançadas anteriormente a cantora experimenta a volta por cima com o hit 'On The Floor' agora tenta manter o sucesso com 'I'm Into You'.

Voltando ao estilo que a consagrou, o R&B, dessa vez com pitadas de ska e participação de Lil Wayne numa das melhores faixas do tão adiado álbum, Jennifer sensualiza na praia e esfrega seu corpão num modelo hot. A fotografia do vídeo é muito bonita e mescla cenas em preto e branco e coloridas. Pra quem estava sentindo falta das coreografias vai matar um pouco da saudade, próximo ao final tem um dancebreak com a música 'Papi', Lopez faz uma dança tribal bem diferente.

O estranho é que o rapper convidado não aparece no clipe, o que foi isso? falta de dinheiro J.lo? ou Lil Wayne não quis se misturar com a gentalha? vai saber, né?

Brincadeiras a parte, vê a estréia de 'I'm Into You':




Dica do amigão @CAMPOScelio

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Novo Clipe de Ricky Martin - Mas

Ricky está detonando nas paradas latinas com seu novo álbum Música+Alma+Sexo e agora lança clipe para a faixa 'Mas'.

Não tem muito o que falar do vídeo, ele foi retirado de um show do cantor em Porto Rico com a música totalmente ao vivo, o clipe mescla imagens da apresentação com o público dançando (esta segunda parte foi gravada em estúdio com figurantes o que tira um pouco da energia da produção, mas por outro lado dá um certo acabamento ao vídeo).

A música é bem dançante e ganhou um ar mais pesado com guitarras, Ricky manda muito bem ao vivo, se garante nas notas e não apela pra playback (pelo menos aqui), a produção do show é relativamente simples mas conta com muitos bailarinos no palco que dão um fôlego ao espetáculo. Vale ressaltar a boa forma do cantor que parece melhorar com o tempo. Hot

No mais 'Mas' é legalzinha, olha o vídeo:

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Papo Cabeça: o ‘novo’ Pop

Muita gente critica, há quem diga que não gosta, outros dizem que é muito bom mas todo mundo ouve o bom e velho Pop. Mas..o que é exatamente esse Pop?

Michael Jackson & Destiny's Child with SolangeNa verdade a definição ainda é meio obscura, o estilo popular se caracteriza pela simplicidade nas letras, harmonias e arranjos, o que torna a obra mais fácil de ser interpretada e mais facilmente consumida; daí vem o caráter mais comercial das músicas desse estilo. Ainda sim as definições como estilo musical em si ainda são obscuras, é justamente aí que reside o encanto dessa música.

O ritmo em questão (se é que podemos defini-lo assim) é extremamente mutável, bebe da fonte dos mais variados ritmos. Indo das raízes da música negra passando pelo gospel e até usando elementos do clássico, o estilo se reinventa a cada geração. Podemos pegar como exemplo Madonna, as músicas já flertaram com elementos eletrônicos, R&B, soul, e se mantendo Pop em sua2 essência;  Michael Jackson era intimamente influênciado pelo rock e pelo funk e ainda sim mantém o título de o Rei do Pop até depois de sua morte.

Nos últimos 10 anos tal estilo vem cada vez mais se 'eletronizando', é a tendência futurista do século XXI, principalmente com a vertente mais House e Eletro. Uma verdadeira febre de músicas eletropop surgiram depois que Lady Gaga se tornou fenômeno mundial e daí vários outros artistas adicionaram elementos hi-tec à sua obra. Não que eletropop ou dancepop tenham surgido com ela, muito pelo contrário, o auto-tune já aparecia no album de Nsync, por exemplo, no ano de 2000; mas agora os efeitos eletrônicos estão muito mais difundidos.

A influência é tão forte que grupos e cantores já consolidados em outros ramos apelaram para o dance/eletrônico pra alavancar a carreira, um claro exemplo disso é o Black Eyed Peas. O grupo já era mundialmente conhecido como um 1conjunto de hip-hop, claro que influenciado por outros estilos e guiados pelo pop, mas nos dois últimos álbuns tudo virou de ponta cabeça e restaram poucos vestígios do antigo black, agora está tudo mais do que eletrônico, das músicas ao visual.

As cantoras Beyoncé e Taylor Swift são exemplos de como enveredar por outros caminhos sem deixar de ser comercial; Bee trabalha suas músicas mais próximas à raiz do R&B contreporâneo e Taylor ao Country e nem por isso deixam de ser pop.

O fato é que estilo mais camaleônico não há, e você o que acha disso? Qual o próximo passo desse dirty pop?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...