sexta-feira, 9 de abril de 2010

Tia Mary Mais Forte a cada lágrima! Novo Álbum de Mary J. Blige

O nono álbum de Mary J. Blige "Stronger With Each Tear" mescla o som antigo da cantora com as tendências da música atual. Mary disse que este é o resultado de tudo o que ela aprendeu com as Rihannas e Beyoncés da vida, pelo jeito ela aprendeu muito bem, como se ela já não fosse boa o suficiente.

A sonoridade é basicamente R&B mesclado em algumas canções com pitadas eletrônicas e uma batida mais computadorizada. A cantora resolveu também usar efeitos na voz, como na ótima faixa "the one" produzida por Darkchild, mas sabemos que esta escolha foi por mera experiência, pois Mary não precisa de artifícios para fingir que sabe cantar. -Ke$ha, who?

Nessa experiência Mary contou com os produtores mais badalados do momento pra atualizar ainda mais (se possível) o seu som; Além de Darkchild, também há produções de Akon, Stargate, Polow da Pon e Ne-yo.

Os Rappers Drake e T.I. e o cantor Tray Songz fazem participações no CD.

Como não poderia deixar de ter, o soul do álbum fica por conta das canções "In the Morning" e "color", nas quais Mary mostra porque é superior até mesmo às suas inspiradoras pra este trabalho. Interpretação perfeita na voz agressiva e linda da cantora.

Por falar em voz, a Rainha do R&B e Hip-hop, como é conhecida, está aparentemente mais contida, sem muitos exageros como estamos acostumados a ouvir.

Os singles lançados até agora são "The One"; "I Am" (não, não tem nada a ver com Beyoncé, mas a canção é ótima, bem leve com uma pegada R&B mais pop); "Each Tear" (que vai ter uma divulgação interessante, uma participação especial diferente nos países onde ela for lançada, talvez isso salve a música que é das mais fracas do CD, o link acima é pra versão inglesa do single); e o próximo single nos EUA será "We Got Hood Love" com Tray Songz.

No final das contas "Stronger With Each Tear" é um ótimo álbum, atual, mas sem perder as características de sua interprete. Apesar do nome, o resultado é menos dramático do que os trabalhos anteriores que eram recheados de lágrimas e interpretações quase mexicanas de tão doídas. Não é uma super obra de arte, mas cumpre muito bem o seu papel.

Nada de lançamento no Brasil por enquanto, mas nada que uma pequena pesquisa na internet não resolva, né verdade?


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...