sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Top 10 - Billboard

Hmm pensavam que eu tinha esquecido da parada semanal né? Ok, eu tinha mesmo. Mas nunca é tarde pra se redimir e postar não é verdade?
Então vamos lá. No topo da parada de singles está a novata Ke$ha, que está fazendo muito sucesso por lá; já no chart de álbuns a coletânia com vários artistas em pról do haiti debuta em primeiro lugar.
Confere o top 10 da billboard!

Hot 100 Singles

  1. Tik Tok - Ke$ha
  2. Today Was A Fairytale - Taylor Swift
  3. Bad Romance - Lady Gaga
  4. BedRock - Young Money Feat. Lloyd
  5. Baby - Justin Bieber Feat. Ludacris
  6. Replay - Lyaz
  7. Sexy Chick - David Guetta Feat. Akon
  8. Empire State of Mind - Jay-Z Feat. Alicia Keys
  9. Hard - Rihanna Feat. Jeezy
  10. Hey, Soul Sister - Train

Top 200 - Álbuns

  1. Hope for Haiti Now - Vários Artistas
  2. I Dreamed A Dream - Susan Boyle
  3. The Fame - Lady Gaga
  4. Transference - Spoon
  5. 2010 Grammy Nominees - Vários Artistas
  6. Contra - Vampire Weekend
  7. The Element Of Freendon - Alicia Keys
  8. Animal - Ke$ha
  9. The E.N.D. - The Black Eyed Peas
  10. Fearless - Taylor Swift

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Mariah lança mais dois vídeos

As canções "Angels Cry" e a ótima "Up Out Of My Face" ganharam participações especiais e seus devidos videoclipes.

"Angels Cry" tem participação de Ne-Yo, o clipe é bem comum, mostra os dois no processo de criação da música, escrevendo, produzindo e cantando, tudo isso alternado com cenas de Mariah na chuva (como se ela nunca tivesse feito isso né? olha aqui e aqui). Com direito até a propaganda do perfume da Forever e tudo mais. Esteticamente bonito, com um tratamento legal das imagens mas para por ai.
Olha aí o vídeo, e cuidado pra não durmir no meio.




"Up Out Of My Face" ganhou uma versão vermelinha e divertida com a colaboração da rapper Nicki Minaj (who?). O clipe é bem legal, tem Mariah pagando de gostosa (pra variar), no salão fofocando, mandando o carinha ir embora e de boneca na prateleira pra você levar (qualquer semelhança com o vídeo de N'sync é mera conhecidênica ok?). Clipe bem clean no visual e funciona bem, infelizmente aquele final insuportavel com a banda marcial também entrou no vídeo, mas você não precisa assistir até o final, né verdade? Confere aí



A parte que Mariah cai tentando sair da caixa já vale o clipe todo, particularmente gosto muito quando Carey assume essa postura mais descontraída e mais comica como no vídeo de "Heatbreaker"

Ambas as parcerias vão estar no relançamento do "Memoirs of A Imperfect Angel" que vai se chamar "Angels Advocate" e vai ter parcerias e remixes de todas as músicas, pelo jeito vai ser menos chato que a versão original, é esperar pra ver.



segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Base Pop - Janet Jackson

O UltraMegaPop começa hoje uma séries de postagens sobre Artistas que influenciaram o mundo pop com sua obra e/ou atitudes. O primeiro ícone Pop a ser apresentado no BasePop será Janet Jackson.

Irmã caçula da família Jackson, Janet Damita Jo Jackson começou sua carrira atuando em seriados quando ainda era uma criança. Aos 16 anos Janet gravou seu primeiro CD solo mas o sucesso só viria a partir do seu terceiro álbum "Control", de 1986, foi também quando começou a longa parceria com os produtores Jam e Terry Lewis responsáveis pela mudança do seu som e a adição de elementos da música negra contemporânea, rap e pop. Neste álbum Janet trata de questões sociais e é aclamada pela crítica chegando a vender 12 milhões de álbuns.

No seu quarto álbum "Janet Jackson's Rhythm Nation" a cantora amplia os assuntos abordados nas letras e se firma como dançarina, inovando em suas coreografias marcantes. confere o clipe de "Rhythm Nation":



A partir de 1993, a cantora tenta se desvencilhar do estigma do sobrenome Jackson e lanca um trabalho entitulado simplesmente de "Janet", nessa época janet ingressa na carreira do cinema atuando no longa "sem medo no coração (Poetic Justice)" sendo indicada ao oscar pela música tema pela qual também foi responsável.

As acusações de pedofilia que envolviam seu irmão Michael motivaram Janet a fazer um dueto com ele denominado "Scream" para ajudar na imagem do cantor, a faixa estreou em quinto lugar no Hot 100 da Bilboard e tem o video mais caro da História (orçamento de $ 7 milhoes). Olha o vídeo:



Janet ganhou um prêmio da National Black Lesbian and Gay Leadership pelo trabalho entitulado "The Velve Rope" que teve parte do lucro das vendas do single "Together Again" destinado à pesquisa da AIDS.

Em 2000 Jantet grava o Álbum "All For You", tendo grande exito em seus singles. nesse mesmo ano atuou no filme "Professor Aloprado 2"

Em 2004 Janet foi escolhida para cantar na abertura do Super Bowl, no meio de sua performance. que teve participação de Justin Timberlake, o cantor tira parte do top da performer deixando seu seio à mostra. O ocorrido teve uma aceitação ruim do público no EUA e as rádios boicotaram as músicas de Janet, acarretando no mal desempenho do álbum "Damita Jo"

A partir de então janet tem enfrentado dificuldades em sua carreira, trocando constantemente de gravadora.

Agora está lançando uma coletânia de seus maiores sucessos pela Universal Music, o ábum conta ainda com a inédita "Make me" que chegou ao primeiro lugar da parada dance da Billboard.

Com vários premios em sua partelira, inclusive Grammy's, American Music Awards e o MTV ICON, Janet Jackson é um grande ícone da música pop, influencia cantoras atuais como Beyoncé e Britney Spears e continua fazendo sucesso e mostrando ao mundo seu incrível talento.


quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Rihanna mais sombria em "Rated R"

A cantora Rihanna vem mostrando um crescimento visível ao longo de sua carreira. Depois do sucesso estrondoso de "Umbrella", a morena de olhos verdes virou uma máquina de hits. O seu mais novo trabalho denominado "Rated R" é uma obra mais uniforme que seus álbuns anteriores, ainda flertando com rock e elementos eletrônicos o CD assume uma postura R&B/pop. A faixa "Fire Bomb" é um ótimo exemplo da mistura, guitarras mais agressivas mescladas com batidas mais black evoluindo pra um rock melancólico.

Outra característica bem marcante desse trabalho é o tom mais sombrio que a cantora assumiu, tanto no seu visual quanto nas suas canções. Mesmo permeando pelas influências o material é coeso, mostra uma certa unidade entre as faixas, diferente do "Good Girl Gone Bad" que soa como um samba do criolo doido de tantos estilos reunidos em um só lugar.

Os singles "Russian Roullete", "Hard" e "Wait Your Turn" exemplificam bem essa fase dark da cantora. Os vídeos tem uma estética bem obscura, figurinos no mínimo exóticos e bem insinuantes, pra deixar bem claro que a cantora cresceu, tem atitude e é fashinon (anhan, Cláudia, senta lá).

Como em todo bom álbum de R&B que se preze, tem as participações especiais, no caso de "Rated R" ficam por conta de Will.I.Am na faixa "Photografs" (boa música, lembra BEP e tem uma pegada bem mais pop que o restante do álbum); O rapper Jezzy no single Hard (boa canção com pegada hip-hop e as já conhecidas repetições de Rihanna " , na na na, so hard, so hard, so hard..."); e a mais inusitada, Slash em "Rockstar 101" (que não tem nada de rock, só riffs de guitarra mesclada com uma ótima batida R&B)

Um dos poucos problemas do álbum se deve à própria Rihanna que peca muito nos vocais com seu timbre anasalado demais deixando as músicas meio irritantes, mas claro que há suas exceções, como na já citada "Fire bomb" com vocais mais suaves menos impostados, consequentemente mais naturais, tom mais grave e segunda voz harmonizando muito bem. "Photografs" vai na mesma linha. Em G4L ela mostra um falsete muito bonito contrastando com o resto dos vocais da canção.

No final das contas "Rated R" é um bom trabalho com poucos deslizes (vide "Last song" chatíssima e valoriza demais o vocal ruim da cantora). O álbum merece uma boa ouvida, se você superar o fato de ser Rihanna cantando dá pra ouvir tudo numa boa e ainda achar legal (sim, é o que vocês estão pensando, não gosto muito dela, mas assumo que ela fez um bom trabalho)
Ouçam e dêem suas opiniões

Preço médio:
R$ 25,90

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Mais parcerias estranhas, agora Timbaland e Katy Perry

Pois é pessoal! O UltraMegaPop está de volta depois de uns meses hibernando. Vamos trazer novidades ao longo do mês, mas por hora vamos falar de música porque é pra isso que estamos aqui.

Defintivamente nos ultimos tempos as parecerias mais improvaveis do mundo da música vem se concretizando e resultando em coisas legais (ou não), já tivemos Alejando Sans e Alicia Keys, Beyoncé e Lady Gaga e agora o produtor Timbaland está trabalhando com Katy Perry.

A faixa é "If We Never Meet Again" é uma mistura do estilo dos dois artistas. Difícil imaginar o resultado né? Mas é exatamente isso, um pouco das batidas loucas, que são bem características de Timbaland, e o toque pop mais cru de Katy Perry. Diferente, precisa de umas ouvidas pra se acostumar, mas no final o refrão fica na cabeça. A parceria é uma das muitas que estão no novo álbum do produtor entitulado "The Shock Value II"

Já o vídeo veio naquela fórmula: historinha mesclada com performance. As caras e bocas de timbaland se unem ao jeitinho muleque de Katy pra contar uma história de ladões envolvidos com obras de arte e jóias, muito jogo de interesse e uma pitada de ação. Pra entender mesmo só assistindo.

A direção de arte é muito boa e a edição bem rápida, como em todo bom video clipe. Vale a pena conferir pra matar a curiosidade.



E ai? gostou? emplaca?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...