quarta-feira, 29 de julho de 2009

Fantasy ride, o melhor álbum de Ciara

O terceiro álbum da cantora Ciara pode ser considerado praticamente uma raridade no mundo pop de hoje. A cantora se manteve fiel ao seu estilo R&B e não se rendeu a invasão do eletro pop que toma conta de tudo e todos independente do estilo original.

Um pouco diferente dos seus álbuns anteriores, que tinham influências mais dançantes, as vezes chegava a lembrar o Miami bass (é aquele que deu origem ao funk carioca), este cd permeia entre as músicas pra dançar e as mais lentas e envolventes. Os vocais suaves de Ciara são bem explorados.

O álbum começa com a faixa “Ciara to the stage”, com batidas fortes e uma levada mais intimista, uma parte ‘declamada’ que dá um charme especial à música. Depois começam as parcerias do CD, que são muitas. A primeira delas é com Justin Timberlake: “love, sexy magic” faixa muito boa, com uma pegada mais pop, a cara de Justin, parece mais que foi tirada do CD dele.

“High price” tem a participação do rapper Ludacris, com um clima mais dark e os vocais em tom muito alto de Ciara surpreendentemente muito bons. A terceira contribuição do CD é de Chris Brown (não se preocupem ele não bateu nela) em “Turntables”, dá pra ver eles dançando juntos quando você ouve a música, ótima produção.

“Like a Surgeon” é uma faixa clássica de R&B contemporâneo, pra ouvir e viajar nas batidas. “Neve ever” com Young Jezzy; “lover’s Sing”com The Dream; e “Tell Me What Your Name Is” vão na mesma linha. Pra quem gosta daquele som envolvente pra ficar só curtindo e namorando, agarradinho (tá, parei) é um prato cheio.

O single mais recente é ótima contribição de Missy Elliott “Work” já comentada aqui no blog.

O produtor Darkchild deixa sua marca no cd na faixa “Puker Up”, como esperado o resultado é muito bom, aquela música urban, mas pop que só ele sabe produzir. Outros produtores que conribuíram foram Danja (Work e Turntables) e Pollow da Pow (Never Ever)

Uma das melhores faixas do CD é sem dúvidas “G is for a Girl (A-Z)”, ótima produção no estilo hip-hop gangsta, muito dançante totalmente ‘gueto’ sem se tornar baixa.

A parte chata do álbum fica por conta de “I Don’t Remember”, escrita por Ne-Yo, praticamente sem batidas, só voz e uns efeitos de fundo. Tudo muito entediante, mas com carinho dá pra escutar e não chega a prejudicar a qualidade do todo.

Fantasy Ride termina sua ótima trajetória com a faixa “Echo” dando um Up com seus vocais apressados e batida que acompanha o clima.

O cd tem duas capas, a Brasileira e a Americana (que é muito mais legal) fazendo referência ao personagem Super C, que segundo a cantora é sua segunda personalidade que a domina quando está nos palcos (sasha fierce? Oi?)

No final das contas Ciara fez um ótimo álbum, que infelizmente não está tendo o reconhecimento merecido, mas que está recuperando o fôlego com os últimos singles. Totalemente recomendado, principalmente pra quem gosta de um bom R&B como o blogueiro que vos fala.

Preço médio: R$ 23,00

4 comentários:

Anônimo disse...

Ficou gostoso de ler esse post.
Mas nem tem muito o que dizer.
Nem conheço essa gatinha.
Uma beija!

Super C?
Virou moda o alterego freudiano entre essas cantoras ou é só impressão?
(Hugo)

Anônimo disse...

Caraa!!
Mtoo bom seu post
ADORO A CIARA
tenho todos os cds inclusive esse!

Mattheus disse...

Sou super suspeito pra falar da Ciara!
o disco tá ótimo mesmo! na medida certa!
o post ficou ótimo boo!

Karlos disse...

Keriiiiiiiiida a Ciara da o nome :P Work e Love Sex Magic são as minhas preferidas *.* darei meu nome e comprarei esse cd \o/ e tu dando o nome como sempre neh deliiiicia de crítico :P

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...