segunda-feira, 29 de junho de 2009

O pop rock virgem dos Jonas Brothers

“Lines Vines and Trying Times” é o nome do novo CD dos Jonas Brothers, pra ser sincero com vocês eu não conhecia o trabalho dos meninos, exceto por “When You Look Me in The Eyes”, e o fato de eles usarem um ‘anel de pureza’ que significa que eles só vão transar quando casar... sem comentários, Ok? Fiquei surpreso com o que ouvi, um som de alta qualidade com referências do melhor do rock clássico sem deixar de ser pop. Só peca um pouco nos vocais à Nick Carter, mas ainda sim compõe um som harmônico.

Este é o quarto cd da banda que ficou mais conhecida pela atuação no filme “Camp Rock” da Disney, a partir de então eles não saem das paradas.

O álbum começa com “World War III”, ótima música pra abrir, os metais trazem leveza ao som pesado; “Paranoid”vem mais light com pegada mais pop, embora seja uma das mais fracas do álbum foi escolhida como o primeiro single; “Fly With Me” tem um arranjo de piano, a música é um pop/ rock legal de se ouvir.

Um dos destaques do álbum é a faixa “Poison Ivy” com fortes referênias ao rock clássico, o final da música ainda tem um “Gimme some poison, baby” finalizando com um acorde de guitarra. Muito bom.

A música “Hey baby “ tem umas leves influências do blues e seus metais melódicos dando um diferencial à faixa.

“Before The Storm” junta os dois maiores fenômenos 'teen' da atualidade: Jonas Brothes e Miley Cyrus, (a Hanna Montana, do seriado da Disney que passa na Globo), é uma baladinha pop/rock romântica, particularmente não gostei muito mas, se lançada, tem grande potencial de sucesso.

As musiquinhas melosas do CD ficam por conta de “Black Keys” e “Turn Right”, principalmente na segunda dá até pra ver as fãs chorando ao som dessa música. Destoa um pouco do resto do álbum, mas não chega a fugir totalmente do estilo.

“Don't Charge Me for the Crime” mistura um pouco com hip-hop e traz os vocais do rapper Commom, tem um efeio estranho de eco na voz do vocalista do Jonas Brothers, apesar de um pouco ousada não é muito boa.

O CD fecha com um bônus “Don’t Speak” na linha mais lenta e finalmente “Keep Real” da um up no final, metais e uma pegada mais feliz, pop, bem legal.

Lines Vines and Trying Times surpreende pela maturidade e qualidade do material, um ótimo CD de pop/rock com diversas influencias que vão do blues ao country, mas tudo muito fiel ao rock, não chega a ser aquela coisa super produzida do pop e nem tão cru quanto o rock puro. Vale a pena conferir.

Preço Médio: R$29,00

Vamos falar da virgindade dos meninos e do som legal que eles fazem? Comenta, vai? ;)

2 comentários:

Juliano disse...

Jonas Brothers sempre foi um guilty pleasure pra mim... Graças a Deus, não curto os álbuns por completo, só algumas músicas. O que não me faz comprar seus discos. Por enquanto. bom ver que eles estão evoluindo. Eles são realmente uma gracinha. E o mais velho é super gay, tão fresco que é um fofo, bjs!

Karlos disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkk me acabando aki com o comentario de Juliano :P anel da pureza ??? ¬¬'

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...